Extinto Aterro Sanitário de Paciência abrigará Usina de Energia Solar

O terreno, localizado na ex-Fazenda Santa Rosa, em Paciência, tem 15 hectares e a ideia é que a usina ocupe cerca de 56% da área, ou seja, 8,4 hectares.

A Prefeitura do Rio anunciou, nesta quinta-feira (13/7), o vencedor da licitação da Parceria Público-Privada (PPP) do Solário Carioca – projeto de instalação de usina fotovoltaica em Santa Cruz. Participaram da licitação duas empresas, e o grupo vencedor foi o Consórcio Rio Solar, com o lance de 20,5% de desconto sobre a tarifa vigente da Light. A fazenda de energia solar ocupará o terreno de antigo aterro sanitário, hoje desativado, e abastecerá imóveis públicos, gerando economia anual de pelo menos R$ 2 milhões para o Município. A estimativa é que a energia gerada abasteça cerca de 45 escolas municipais ou 15 Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

O investimento privado será de R$ 45 milhões em período de 25 anos. A Usina Solar Fotovoltaica (USF) funcionará no modelo de Minigeração Distribuída de energia limpa e terá potência de 5 megawatts (MW). Serão mais de 11 mil painéis que devem ser instalados em 1 ano após assinatura do contrato – prevista para agosto. A Prefeitura do Rio já mapeou ao menos mais quatro outras áreas para implantação de outras usinas fotovoltaicas do tipo na cidade.

O diretor de estruturação de projetos da Companhia Carioca de Parcerias e Investimentos (CCPar), Lucas Costa, explica que o projeto é um novo marco na transição energética da cidade.

– É um projeto em que o Município ganha em diversas frentes: primeiro, pela produção e utilização de energia limpa e renovável pela Prefeitura; depois, pela redução de custos significativa, viabilizando direcionar estes recursos poupados para outras políticas públicas; e finalmente, por dar uma destinação sustentável a um antigo aterro sanitário, um terreno inutilizado pelo uso anterior.

O subsecretário de Planejamento e Acompanhamento de Resultados, da Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento, Jean Caris, comemora mais esse avanço no cumprimento das metas do Município no setor de energia.

– Com a licitação concluída, avançamos em mais uma etapa deste projeto importante para a cidade, que está previsto no nosso Plano de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática (PDS) e no Plano Estratégico 2021-2024. O Solário Carioca é um projeto inovador que contou com a coordenação do Escritório de Planejamento da Fazenda desde a fase de aplicação inicial e que agora está sendo implementado pela CCPar, contribuindo para que a cidade neutralize suas emissões de gases de efeito estufa e para promovermos novos empregos verdes. E ao mesmo tempo, teremos um grande impacto financeiro para o município com a redução de gastos com pagamento de contas de energia.

O projeto foi estruturado em parceria com o grupo C40 cities e a agência alemã GIZ pelo programa CFF – Cities Finance Facility. A expectativa é retirar pelo menos 40 mil toneladas de carbono por ano da atmosfera com a implantação do Solário Carioca.

Postado em _Slider, Economia