Samba da Zona Oeste foi do céu ao inferno no Carnaval 2020

[contact-form][contact-field label=”Nome” type=”name” required=”true” /][contact-field label=”E-mail” type=”email” required=”true” /][contact-field label=”Site” type=”url” /][contact-field label=”Mensagem” type=”textarea” /][/contact-form]

[contact-form][contact-field label=”Nome” type=”name” required=”true” /][contact-field label=”E-mail” type=”email” required=”true” /][contact-field label=”Site” type=”url” /][contact-field label=”Mensagem” type=”textarea” /][/contact-form]

A Unidos de Padre Miguel fez o melhor Carnaval da Zona Oeste e mais uma vez mereceu o título que insiste em não vir

A Zona Oeste fechou sua participação no Carnaval 2020 neste sábado das campeãs (29.02) com o desfile de vários blocos de embalo nos bairros de Bangu, Campo Grande e Santa Cruz. O ponto culminante foi na Passarela do Samba, na Marques de Sapucaí, onde o GRES Mocidade Independente de Padre MigueL desfilou como terceira colocada na primeira divisão do samba, no Carnaval do Grupo Especial, realizado na Marquês de Sapucaí pela Liesa – Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro.


No mesmo local, desta feita realizado pela Lierj – Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro – , aconteceu o desfile das Escolas de Samba da Série A, segunda divisão do samba. A apuração trouxe um dos melhores resultados para as Escolas de Samba da Zona Oeste: a Unidos de Padre Miguel em segundo lugar; na sequência, chegaram a Acadêmicos de Santa Cruz em sétimo e a Unidos de Bangu em décimo.
Pelo desfile do Grupo Especial, terceira divisão do samba, realizado na Estrada Intendente Magalhães, no Campinho, em Madureira, realizado pela Liesb – Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil -, o resultado da apuração mostrou em décimo primeiro lugar a Unidos de Vila Kennedy, seguida pela Sereno de Campo Grande em décimo oitavo, Passa a Régua (Bangu) em décimo nono e a rebaixada para o Grupo de Acesso, Acadêmicos do Jardim Bangu, em vigésimo.
Pelo Grupo de Acesso, quarta divisão do samba, também organizado pela Liesb na Intendente Magalhães, a única representante da Zona Oeste, a Unidos de Cosmos, chegou em último lugar e foi rebaixada para o Grupo de Avaliação, quinta divisão do samba, e no próximo carnaval também será a única representante da região na categoria, que ano não teve representante. O desfile das escolas livres, também realizado na Estrada Intendente Magalhães pela Livres – Liga Independente das Verdadeiras Raízes das Escolas de Samba -, também não teve representante da Zona Oeste.
No desfile dos Blocos de Enredo realizado na Av. Chile, centro da cidade, pela FBCERJ – Federação de Blocos Carnavalescos do Estado do Rio de Janeiro – , a apuração apontou o segundo melhor resultado para o Carnaval da Zona Oeste: pelo Grupo A, primeira divisão, o União da Ponte – Campo Grande – chegou em segundo lugar e o Grilo de Bangu em oitavo. Pelo Grupo B, segunda divisão, o Mocidade Unida de Manguariba, do sub-bairro do mesmo nome, em Paciência, às margens da Av. Brasil, foi o último classificado e acabou rebaixado para o Grupo C, terceira divisão, que este ano não teve representante da Zona Oeste. As agremiações da Zona Oeste extintas ou suspensas nesse ano foram: GRBC Amizade da Água Branca – Realengo -; GRBC Boêmios da Vila Aliança – Bangu -; GRBC Chora na Rampa – Campo Grande -; GRBC Corações Unidos do Jardim Bangu; GRES Delírio da Zona Oeste; GRBC Guarani de Realengo; GRES Império da Zona Oeste; GRES Império de Campo Grande; GRBC Mocidade de Cosmos; GRES Mocidade de Vasconcelos; GRBC União de Realengo; GRBC União de Guaratiba; GRBC União de Campo Grande; GRBC Unidos de Vila Nova e GRBC Unidos de Campo Grande.

Postado em _Slider, Carnaval